Soda Billy: música com M maiúsculo

cd-soda-billybluesrock-novo-e-elacradofrete-no-incluso-16103-MLB20115630417_062014-OO mercado da música está perpassado por uma miríade de produções musicais de gosto duvidoso, cujo senso artístico parece ter sido jogado fora em favor do cultivo uma pseudo-musicalidade que apenas diverte uma audiência bovina, incapaz de degustar uma arte revolucionária e sincera.

Basta sintonizarmos qualquer rádio para percebermos que o mainstrean não é capaz de oferecer canções de qualidade. O ouvinte que quiser ouvir musica com M maiúsculo terá de migrar para uma seara mais alternativa, onde pululam milhares de bandas de qualidade que foram recusadas pelo status quo. Mainstrean tornou-se sinônimo de mediocridade sonora. Pertencer a cena alternativa, hoje em dia, significa possuir coragem de não se dobrar a vontade de um público carente de sensibilidade musical e lutar, em grande desvantagem, pela sobrevivência da boa música.

Em Manaus nossa cena musical está prenhe destes exemplos. Enquanto certos grupos musicalmente terríveis, com canções embaladas por letras de inspiração fecal, gozam de um publico grandioso e sobram lugares para apresentação de suas dissonâncias, várias outras bandas, por sua tentativa em tentar realizar algo acima da burrice média, sofrem com ausência de lugares para shows, abandono por parte das políticas públicas e até mesmo da censura das entidades de representam a categoria.

Entre os artistas que se propõe a tarefa heróica de lutar pela boa música em Manaus, a banda Soda Billy está entre os mais destacados. O prova de sua qualidade está em seu primeiro debut, que é nada mais nada menos que quarenta e quatro minutos de boas canções que passeiam entre o jazz, o blues, o rock´roll e a surf music. A cozinha está bem temperada pelas linhas de bateria de Ygor Saumier e pelo baixo de Ricardo Peixoto; os metais estão bem afinados ao comando de Nelverton Rodrigues, Daniel Jander e Marcelo Martins; os vocais femininos estão bem dosados pela bela Kamila Guedes e as guitarras fazem a sua parte sob a tutela do líder e principal compositor Matheus Gondim.

O disco começa com a rapidíssima Go to The Boogie, um bem executado rockabilly. Depois temos a interessante Vou pegar Aline — aqui temos uma boa demonstração de como é possível ser bem humorado e fazer letras de duplo sentido e sem cair para apelação. Em seguida somos jogados numa atmosfera calma de Long Long Road — não sou muita fã de surf music, mas confesso que esta musica muito me agradou. By Baby é um belo jazz/blues com os cativantes vocais de Kamila Guedes. A Ponte é uma das melhores do disco, uma boa letra embalada por acordes nervosos de Matheus Godim e as linhas precisas da gaita de Mario Valle — embora no encarte os músicos digam que esta canção é uma homenagem ao blues de raiz, a primeira coisa que me veio a cabeça ao ouvi-la foi a sonoridade rústica do grande Lynard Skynard. O Escaravelho do Amor é um interessante e bem executado blues — essa é uma das musicas que ficariam muito bem numa versão Hard Rock.

A esta altura o disco já entra na faixa número nove com uma música instrumental de nome curioso: Surfando no Igarapé do 40, seguida pela jazzística Dizzy´s surf. O disco finaliza com o belo Bistrô Blues, uma cativante canção bem na linha jazz. 

Apesar de ter demorado alguns anos para o lançamento de seu primeiro debut, o Soda Billy já desponta com uma das melhores bandas do norte, quiçá do Brasil, no ramo do Jazz, Blues e Rockabilly. Se você é um amante da boa música, está farto de todas essas excrescências que tocam nas rádios e procura algo realmente diferente, o disco destes manauaras é uma ótima opção.    

Como me tornei um fã destes rapazes logo quando escutei a primeira música do disco, espero que o próximo trabalho não demore tanto, e que possam explorar mais sua influencia Jazz e os vocais femininos.  

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s